Shtim Shlim

SHTIM SHLIM – O Sonho de um Aprendiz é um espetáculo infanto-juvenil cuja história percorre toda uma grande instalação, composta por cinco espaços diferentes de atuação. Com temporadas realizadas no Brasil e exterior, a montagem ganhou os PRÊMIOS Melhor Espetáculo e Melhor Cenário pelo ZILKA SALABERRY  2016.

SHTIM SHLIM – O Sonho de um Aprendiz é um conto popular dos povos nômades do norte da África, da tradição berbere, que apresenta a trajetória de um jovem mago que parte em busca de sabedoria e acaba travando uma batalha com seu próprio mestre.  O aprendiz usa de astúcia, magia e coragem para vencer seu inimigo.  Para  transpor  o  conto  em  cena, o  grupo  convidou   Inno Sorsy (Londres-Gana) para a direção artística e a artista plástica Analu Prestes (Brasil) para a supervisão cenográfica.

A obra constitui um espaço-tempo específico que leva pequenos e grandes espectadores a uma situação de suspensão para engendrar conjuntamente outros mundos, numa instância de criatividade que será levada para suas vidas cotidianas.  A criança é convidada a ouvir a história percorrendo o cenário repleto de tapetes e grandes objetos confeccionados com tecidos coloridos.

Representando uma nova perspectiva sobre suas investigações artísticas de 20 anos de trabalho, o grupo Tapetes Contadores amplia a escala cenográfica, tomando o espaço da galeria como uma narrativa única e inteira, um espaço para “performar” ao lado do visitante-espectador que, desta forma, escuta, vê e vivencia a história.

Os componentes da instalação (uma árvore de tecido de 4 metros de altura, um galgo de 2 metros sobre um tapete de retalhos, uma cama de gato para ser atravessada pelos visitantes, entre outros), remetem às transformações do protagonista, e seu processo de aprendizagem, e portanto de amadurecimento.  Tais tecidos foram trazidos pelos integrantes do grupo em suas incursões pela África (Benin e Marrocos) e América do Sul (Peru e Brasil). Estes elementos criam relações e produzem sentido quando o publico contempla ou responde aos estímulos propostos pela instalação e se relaciona, também, na apresentação da performance, com os atores-narradores.

Shtim Shlim

Direção: Inno Sorsy

Dramaturgia: Os Tapetes Contadores de Histórias e Inno Sorsy

Atores: Cadu Cinelli, Edison Mego, Rosana Reátegui e Warley Goulart

Cenografia: Os Tapetes Contadores de Histórias

Concepção Cenográfica: Cadu Cinelli

Direção de Arte: Warley Goulart

Supervisão Cenográfica: Analu Prestes

Figurinos e Iluminação: Cadu Cinelli e Warley Goulart

Músicas e Paisagem Sonora: Serge Erège

Colaboração Dramatúrgica: Luciana Zule

Coordenador de Montagem: Iuri Wander

Fotos: Renato Mangolin

Duração 80 min.

Classificação Livre.

Recomendado para crianças a partir de 5 anos.



Que legal! 6 pessoas comentaram

  1. Cláudia wrote:

    Em 24/02, participei da performance com minha filha de 8 anos. Ela ficou maravilhada e eu encantada. Todas as sensações do espetáculo meu acompanharam por alguns dias. PARABÉNS por este lindo trabalho! Que possam alcançar muitas outras pessoas.

  2. Alexandra wrote:

    Nós viemos de férias pro Rio no começo de fevereiro e assistimos a peça. Minha filha de 5 e eu amamos tb! Acho imprescindível que a trupe visite outros estados do Brasil, em especial Campo Grande, aonde moramos. Muito sucesso. Estimular criatividade das crianças nos tempos de internet, vídeo games e televisão, é uma dádiva!!!

  3. Sylvia Karan wrote:

    Participei desse espetáculo com meu esposo e filhas e ficamos maravilhados! Espetáculo envolvente, criativo e original!

  4. Adorei! Foi maravilhoso o espetáculo. Meus alunos ( Escola Estadual Dom Orione) também adoraram!!! Beijos!